Cicatrizes

Um item que deve ser sempre muito bem enfatizado são as cicatrizes resultantes da cirurgia. Embora muitos pacientes acreditem que a cirurgia plástica não deixa cicatrizes, este é um conceito totalmente equivocado. A cirurgia plástica sempre deixará cicatrizes que  terão aspecto variável conforme as características individuais de cada paciente. Trabalha-se em geral com o conceito de que haverá sempre uma cicatriz se a incisão cirúrgica for feita em qualquer local do organismo. Entretanto, procura-se conseguir uma cicatriz que seja fina, menos saliente, de cor mais aproximada com a pele ao redor e que menos apareça.

Alguns fatores envolvidos na cicatrização ainda não foram totalmente compreendidos pela Medicina. Muitos pacientes com cicatrizes anteriores de bom aspecto poderão vir a apresentar cicatrizes alargadas, hipertrofiadas ou mesmo queloidianas.

Deve-se levar em conta que as cicatrizes mais recentes são sempre aparentes, mas após algum tempo tornam-se melhores esteticamente. O conhecimento desses fatos é importante para informação dos pacientes, evitando-se assim mal entendidos.

A cirurgia de correção de cicatriz destina-se a minimizar-la de modo que fique mais uniforme com o seu tom de pele e a textura circundante. Apesar desta correção proporcionar um resultado estético mais agradável ou melhorar uma cicatriz que tenha má cicatrização, uma cicatriz não pode ser completamente apagada.